IPH - Instituto de Pesquisas Hospitalares MENU Investindo em conhecimento

Acervo Projetos Arquitetônicos

Hospital de Clínicas de Pelotas Dr. Francisco Simões Jarbas Karman e Alfred Willer

Pelotas, RS, Brasil. 1956

Maquete do Hospital de Clinicas de Pelotas. Jarbas Karman e Alfred Willer, 1956.

Hospital de Clínicas de Pelotas - Dr. Francisco Simões (Concurso)


Projetado em 1956, o Hospital de Clínicas de Pelotas atesta o pioneirismo de Jarbas Karman no desenvolvimento de hospitais adaptados ao clima tropical.


Localizado em Pelotas, RS, Brasil - cidade com grande variação de temperatura entre o verão e o inverno - o projeto foi desenvolvido buscando harmonia entre racionalidade operacional, conforto ambiental e manutenção operacional do edifício.


Partido arquitetônico - Plasticidade que responde à eficiência


No desenho do edifício,  pode-se observar: acessos, atendimento ambulatorial, pronto-socorro, laboratórios, radiologia, administração, residência médica, área de funcionários, cozinha, caldeiras, almoxarifado, capela e auditório que se localizam em dois pavimentos maiores que compõem a base do edifício. O centro cirúrgico, o centro obstétrico e as enfermarias estão nos pavimentos superiores que compõem a torre. A base é recortada para abrigar jardins, promovendo iluminação e ventilação naturais em todos os ambientes internos.


Os acessos setorizados (principal, médicos/funcionários, serviços e pronto-socorro) são localizados em diferentes lugares e níveis. Para garantir esses três acessos são propostas rampas: uma posicionada à frente e outras duas nas laterais de acordo com os setores; elas vencem os desníveis e garantem facilidade de acesso para as pessoas.


O projeto propõe dois volumes de diferentes tamanhos, sendo um para as enfermarias e outro para o centro cirúrgico e obstétrico. Eles possuem um desenho único, em virtude das necessidades técnicas e ambientais que Karman buscava desenvolver.


O volume que abriga o centro cirúrgico e o centro obstétrico é constituído de dois pavimentos e contempla um espaço técnico generoso entre eles.


Já o volume que abriga as enfermarias é composto de três pavimentos, porém não seguem a mesma prumada, com recuo de três metros em relação as suas faces longitudinais. Os andares são separados por generosos espaços técnicos, compostos por pilotis em "V", solução tanto plástica quanto técnica.


Dessa forma, todos os quartos (os corredores são duplamente carregados) recebem iluminação direta durante o inverno. Os quartos voltados para o norte, através das aberturas laterais; os voltados para o sul, através de rebaixos na cobertura. O rebaixo na cobertura também garante a ventilação natural cruzada para os quartos.


A torre de circulação vertical, composta por elevadores, escada e rampa (a última apenas entre os dois andares da base), faz a ligação no sentido transversal de todos os volumes.


Peculiaridades nas enfermarias


A unidade de enfermaria possui duas particularidades: os postos de enfermagem e os berçários.


Os postos de enfermagem são descentralizados e posicionados nos corredores. Isso possibilita à equipe médica maior proximidade com os pacientes, racionalizando os percursos e melhorando o atendimento. Essa tipologia de postos de enfermagem, chamada por Jarbas Karman de "postinho", se tornou um grande campo de pesquisa para ele e foi utilizado em vários de seus projetos.


Os berçários estão posicionados em frente aos quartos da maternidade, com visores transparentes, a fim de que a mãe mantenha contato com seu filho em tempo integral. Aqui, os postos de enfermagem também são descentralizados, assim como nas enfermarias gerais. Ficam no corredor junto aos berçários, com visores transparentes para que a enfermagem acompanhe os recém-nascidos.


O projeto possui capacidade máxima para 500 leitos e aproximadamente 11.650,00 m2. 


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Como essa página deve ser citada segundo a NBR 6023/2002

Referência: IPH - INSTITUTO DE PESQUISAS HOSPITALARES ARQUITETO JARBAS KARMAN (São Paulo). Hospital de Clínicas de Pelotas. 2014. Disponível em: <http://www.iph.org.br/acervo/projetos-arquitetonicos/hospital-de-clinicas-de-pelotas-44>. Acesso em: 01 jan. 2015.


*Atenção, substituir a data de acesso (01 jan. 2015) pela data real do acesso realizado por você.


Citação com autor incluído no texto: Iph - Instituto de Pesquisas Hospitalares Arquiteto Jarbas Karman (2014)


Citação com autor não incluído no texto: (IPH - INSTITUTO DE PESQUISAS HOSPITALARES ARQUITETO JARBAS KARMAN, 2014)


Compartilhe


Galeria de Imagens



Conteúdo Relacionado


Enviar por e-mail: